Alargando a sua representatividade
Associação de artes performativas conta agora com 38 associados

PERFORMART visa a promoção do setor das artes do espetáculo e dos seus profissionais, a nível nacional e internacional

A PERFORMART – Associação para as Artes Performativas em Portugal – criada em outubro de 2016 e que tem como objetivo a promoção das múltiplas formas de manifestação cultural e artística no âmbito das artes performativas, quer a nível nacional quer a nível internacional – acaba de alargar o seu leque de associados. Aos membros iniciais – Teatro do Bolhão; Espaço do Tempo; A Oficina; EGEAC; Fundação Casa da Música; Fundação Centro Cultural de Belém; Fundação Serralves; Instituto Politécnico do Porto; OPART; Teatro Experimental do Porto; Companhia de Teatro de Almada; Teatro Nacional D. Maria II; Teatro Nacional São João; Centros de Artes de Espetáculos de Viseu – juntam-se agora mais 24 entidades culturais, totalizando 38 associados.

Na assembleia geral, que decorreu no dia 23 de março, na Casa da Música, no Porto, foram constituídos como novos associados da PERFORMART: Teatro Meridional; Teatro da Terra; ASSÉDIO – Associação de Ideias Obscuras; Circolando; Teatro da Didascália; A Bússola (Be a Place, Lda); Nome Próprio – Associação Cultural; Teatro e Marionetas de Mandrágora; A Turma; Teatro da Palmilha Dentada; Balleteatro; Ensemble – Sociedade de Actores (Pracena – Cooperativa de Prod. Teatrais); Subcutâneo; Ao Cabo Teatro; Teatro da Garagem; Teatro Académico de Gil Vicente; Associação Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras; Astro Fingido – Associação Cultural; A Tarumba – Teatro de Marionetas; Teatro do Vão – Associação Cultural; Teatro Art’Imagem; Teatro Extremo; Companhia de Teatro de Braga e Atitudes Associação Cultural. Na ocasião, foram discutidos e aprovados o Plano de Atividades e Orçamento para 2017.

A missão da PERFORMART – a primeira associação do género de âmbito nacional em Portugal – passa, entre outros objetivos, pela promoção de esforços e iniciativas que permitam o reconhecimento e o desenvolvimento saudável e sustentável do setor das artes do espetáculo e dos seus profissionais, aos mais diversos níveis; pela estruturação de redes de trabalho entre os seus associados; pela representação dos interesses dos seus membros perante as instituições nacionais e internacionais; e pela promoção da tomada de posição conjunta acerca de assuntos relevantes para o setor e seus profissionais. A associação pretende criar espaços de análise e reflexão, organizando e promovendo grupos de trabalho, seminários, estudos de caráter científico, além de incentivar a circulação de espetáculos dos seus associados e o estabelecimento de parcerias entre os diferentes membros e outras associações.

A PERFORMART resulta de esforços desenvolvidos desde 2010 por várias instituições culturais portuguesas, com vista à criação de uma associação que pudesse representar os interesses de todos os profissionais e entidades ligadas às artes performativas. A associação tem vindo a encetar esforços no sentido de alargar o leque de associados a todas as pessoas coletivas, públicas ou privadas, que desenvolvam, permanente ou pontualmente, uma atividade artística e/ou de programação e produção cultural no setor das artes performativas.

Anúncios